sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Projeto de Lei enviado para a câmara

Oi, gente!


O governo enviou dois projetos para a Câmara (envio por e-mail no final de semana). Na reunião do coletivo da educação infantil no dia 09 de dezembro (18h30) vamos discutir os problemas: os abonos (reunião pedagógica e fixação) continuam com a velho política de não considerar licenças médicas; não há nada para os auxiliares; e todos os abonos são menores para as educadoras infantis. O projeto traz, no texto, o reajuste da jornada complementar para R$812,00 (mas não vincula ao valor da jornada normal) e a regra de transição da pós-graduação (que não resolve todos os casos). Não há previsão de reajuste para nenhum segmento.

No dia 07 de dezembro a diretoria do Sind-REDE/BH tem uma reunião com a bancada do PT. Informaremos o resultado da mesma nos dias 09 (Coletivo da Educação Infantil) e 10 (reunião de representantes nos três turnos).

Lembramos que amanhã, dia 04 de dezembro, às 19 horas, temos um debate sobre EJA/Ensino Regular Noturno/Ensino Médio. A luta pela valorização da educação e dos/as trabalhadores/as é única!

Abraços
Gislane, Cristiane e Thaís
Coletivo rede TRAVESSIA

4 comentários:

jace disse...

Muito discutível esse projeto. Podemos impedir que ele seja aprovado?

driolive2004 disse...

Pelo menos o reajuste da dobra é retroativo a setembro.

gi gama disse...

"Pelo menos o reajuste da dobra é retroativo a setembro."
Se isso serve de consolo... LEMBRANDO QUE É UMA MÁSCARA PARA NÃO APRESENTAR O QUANTO É FEIO O TAL PROJETO.

Isso é uma humilhação para a Ed. Infantil! Por que não pagar 850,00?

Gislane

driolive2004 disse...

Claro que o ideal é que se pagasse 850,00. Mas enquanto ele não vem, eu pago as minhas contas com os 812,00, muito melhor que os 500 e poucos que eu recebo hoje.